terça-feira, 29 de abril de 2008

No país da Alice!



Uma das histórias que me apraz bastante na recordação da minha juventude é a "Alice no país das Maravilhas" escrita por Lewis Carrol.
O fantástico desta história é que faz a ligação de forma perfeita entre a realidade e a ilusão dos sonhos de qualquer criança. Quem não gostaria de ter uma conversa com o mais simples dos objectos? Um lápis por exemplo, ou o rato do PC ou melhor ainda a escova dos dentes, seriam objectos que deveriam de ter uma opinião interessante acerca do nosso mundo.
Muitas vezes, recorro a este pequeno exercicio de imaginação para poder entender ou tentar entender qual o tipo de reacção que teria se fosse um objecto.
Estranho? Talvez não! Pensem bem, se fossem um objecto, o que diriam sobre voces mesmos e o mundo que vos rodeia.

segunda-feira, 28 de abril de 2008

DAR...............

Seguindo um concelho de um amigo decidí, hoje, atribuir os meus primeiros prémios que me foram atribuidos e que guardei religiosamente até hoje.

Assim, entrego este prémio a um blog muito especial: "PALAVRAS DE VIDA" da Mary!

Este prémio vai para um blog que faz parte de um dos meus vicio diários "ESSÊCIAS" do FM!


E finalmente este prémio que recebi hoje vai para um blog que gosto imenso "COISAS DE VIDAS" da Olá!


Prometo criar um pequeno prémio deste meu pequeno cantinho que irei atribuir em breve! Chamar-se-á Prémio Opinas (lindo!)

Abraços a todos.....

Agradecimentos..............





Decidi, hoje e com retroactivos de há muitos dias, que vou dirigir umas palavras aqueles que se mostram um apoio incondicional neste meu pequeno e "mui" jovem cantinho digital.
Aos que me empurraram para o inicio desta aventura: "Ès a Culpada disto!".
Para aqueles que ajudaram a que este cantinho fosse visitado por cada vez mais pessoas digo "Vêm o que dá confiar em tipos como eu!"
E, acima de tudo, para aqueles que visitam este blog diáriamente "Não têm mais nada que fazer?"(gargalhadas :))))))))).
Agora sem brincadeiras, MUITO mas mesmo MUITO OBRIGADO. Sinceramente nunca pensei que estas minhas opiniões, ideialistas, idiotas tivessem um décimo do apoio que voçês me dão.
PS: Obrigado FM pelo prémio e pela força!

quinta-feira, 24 de abril de 2008

Jogo de Letras !


Proponho um jogo aos visitantes deste pequeno recanto digital!


Hoje no novo blog da Olá! ocorreu-me uma ideia para um desafio de escrita.

Como também sei que todos têm capacidades sobrenaturais de escrita acho que este será interessante.


Então o desafio é o seguinte:



  1. Escrever o maior numero frases com palavras iniciadas sempre com a mesma letra e que detenham um sentido compreensivel;

  2. Cada frase deve conter o máximo de palavras possíveis;

  3. No caso de serem escritas várias frases (escritas com palavras iniciadas pela mesma letra) estas deverão compreender um texto com sentido;

  4. O vencedor será aquele que apresentar o maior número de frases ou frase com o maior número de palavras da mesma letra;

  5. O prémio será SURPRESA!

Com este desafio, "Despeço-me com amizade e até o próximo programa se Deus quiser" (Eng. Sousa Veloso)


Bom fim de semana!

quarta-feira, 23 de abril de 2008

terça-feira, 22 de abril de 2008

Desafio ou Não!


Qualidades - Sincero, amigo
Defeitos - Teimoso, esquecido
Gostos - Tudo o que há na vida
Não passarei – À frente de ninguém
Detestas – A mentira
Pessoa - Fernando
Família – Complemento essencial
Homem - Fundamental
Mulher - Ju
Sorriso – De bochecha a bochecha
Perfume – Burbery´s
Carro - Necessário
Paixão – Arrebatadora
Amor - Eterno
Olhos - Castanhos
Sal – Uma pitada em cada momento da vida
Chuva – Aceite
Mar - Maravilhoso
Livro – Não sei
Filmes – Do meu casamento
Músicas – Porquê?
Dinheiro – Bem mundano
Silêncio - Reflexão
Solidão – Caminho errado
Flor - Margaridas
Sinceridade – Acima de tudo
Sonhos – Viver o mais possível com qualidade
Cidade – Porto carago!
País – Portugal
Não viver sem – Aproveitar o máximo da vida
Nunca deixar de – Ser quem sou

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Flashback!

Hoje, especialmente, sem razão para tal, tive uma enorme dificuldade em libertar-me das amarras do sono e da cama. Foi uma sensação tal que recordei de forma intensa aqueles momentos de infância em que ficava a dormitar até tarde em tempo de férias.
Nesse retorno à minha infância encontrei nas minhas imagens mais profundas um amiguinho muito especial.
Sem mais apresentações deixo-vos apenas com esta imagem que deve trazer muitas recordações a muitos de vocês.

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Nada!




No meio do nada, tu existes,

Quando já nada houver tu serás,

Sempre que não vir, tu estarás la.



No meio do éter, tu germinas,

Quando a seca existir tu saciarás,

Sempre que não ouvir, tu falarás.



No meio da multidão, tu apareces,

Quando já nada vir tu surgirás,

Sempre que não sentir, renascerás.



Sem o nada eu vivo,

Sem ti sou apenas nada.




Aritmética do Amor


São Dois
E não apenas Um+Um.
São Dois,
Muito mais do que Um+Um

São Um,
E não apenas Dois.
São Um,
Muito mais do que Dois x Dois.

São as contas das vidas,
São as somas destemidas,
Por vezes escondidas

E que fazem sonhar,
Que fazem chorar,
Que fazem amar.

Sem nunca duvidar!

São Dois,
Que não sabem que são Um.
São Dois,
Juntinhos como Um.

São Um,
Pensando que são Dois.
São Um,
Muito maiores do que Dois.

São as contas do amor,
São vidas com sabor,
Do seu imenso calor.

E que fazem sonhar,
Que fazem amar,
Que fazem acreditar.

Sempre a acreditar!

São Um,
Divididos em Dois.

São Dois,
Que serão sempre Um.

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Por um Fio!


Sempre que vejo esta imagem tento fazer um esforço em perceber o que se está a passar no processo de evolução das relações interpessoais dos humanos.
Não entendo os casais actuais e as suas responsabilidades. Sim, responsabilidades. Não estou a falar de responsabilidades amorosas mas sim de responsabilidades sociais para com aqueles que não têm culpa de ter nascido.
Um filho não é um brinquedo. Não é um bébé chorão que se muda a fralda, se dá miminhos e se desliga quando quer.
Um filho é uma aposta no futuro, na sua própria evolução como seres Pai e Mãe.
Não estou aqui a defender que a união de duas pessoas deve ser até à morte! Apenas penso que apesar de duas vidas se separarem, os casais, sejam eles casados ou não, devem de ter a plena consciência do papel de Pai e Mãe.
Apesar de eu não ser Pai, penso que deverá ser uma responsabilidade deliciosamente perigosa, basta ver o resultado que esta geração está a provocar no sistema ensino!

PENSO...............

Desarmem a Bomba!


Divirtam-se na tentativa de desarmar a bomba!
É divertido e aumenta a ansiedade........(risos)

quarta-feira, 16 de abril de 2008

ILUSÃO !

Ao olhar para a imagem abaixo verifiquem que esta não sofre alterações nem se desloca.


A imagem está fixa!

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Investigação Traiçoeira!

video

Investigação tipo CSI que é tramada.....

Musica!

Desde o início da humanidade que o som é um elemento presente na vivência do ser humano. Começou com a tentativa por parte do homem da imitação de animais e sons da natureza tendo rapidamente evoluído para a criação de novos sons .
Nasceu então o ritmo, a melodia, a harmonia, os instrumentos e todos os outros componentes deste vasto universo musical.
Ao chegarmos aos dias de hoje, verificamos que o homem alcançou um nível de evolução musical tal que já não consegue separar aquilo que é ruído do que é música.
Concordo que devem ser respeitados todos os géneros musicais e que hoje são enumeráveis. O gosto musical é uma visão muito pessoal de cada pessoa resultando nas várias perspectivas com que se analisam as músicas podendo estas serem físicas, sensoriais até imaginárias.
Vivendo nesta miscelânea de estilos, meio-estílos, fusões, semi-fusões, extremismos e alternativas, continuo a entregar o meu gosto às sensações que as músicas me transmitem e ao bem-estar a elas associado.
Assim nunca tive, não tenho e nunca irei ter um estilo musical predilecto.
Adoro a música pela sua essência mais pura que é, no meu entender, a ligação directa entre o som (ouvido) e a sensação (coração).

Oiçam música com os ouvidos mas sintam-na com o coração! Boa Semana.....

domingo, 13 de abril de 2008

MAGIA!


A análise da sociedade actual vista de uma forma tão realista!

quinta-feira, 10 de abril de 2008

A minha tartaruguinha!


Hoje é dia da minha tartaruguinha receber um miminho no meu cantinho especial!
Ora nem mais! Tenho uma tartaruguinha que é tudo para mim, acreditem!
È a minha melhor amiga. A minha confidente.
A ela dedico o meu tempo, dando-lhe todo o amor e carinho que ela merece.
Sou o primeiro a admitir que nem sempre lhe dou a atenção devida, mas garanto-vos que não é por mal. Às vezes o trabalho, os problemas, ofuscam-me a vista, mas acabo sempre por limpar os olhos!
Não vejo a minha vida sem a sua companhia.
Ela compreende-me, escuta-me e sinto também o seu amor e dedicação a mim.
Por ela era capaz de vender a roupa que trago no corpo apenas para lhe dar todo o conforto, saúde, tecto e comida que necessitasse.
Digo-vos com toda a sinceridade que dava a minha vida por ela!
Por isto, e por muito mais, os dias 10 de cada mês terão sempre um espaço muito especial no meu cantinho.
E se ela estiver pousadinha no teclado a ver esta mensagem digo-lhe: "Obrigado por estares sempre comigo".
Espero que cada um de vocês tenha uma tartaruguinha ou tartarugo tambèm!

Abraços.

Intervenção Moderada !

Meus caros amigos,

Vou tentar em poucas linhas descrever a minha última investigação acerca de um assunto que é de interesse público.

Há poucos dias, durante uma das minhas deslocações diárias de automóvel, constatei que na auto-estrada onde seguia estavam a ser colocados estes aparelhos (como podem ver na imagem) tipo câmaras sobre as faixas de rodagem. Estranho!

Em conversa com algumas pessoas verifiquei que o pagamento de taxa de circulação nessa estrada (SCUT) iria ser efectuado. Ok! Decidi então realizar uma longa investigação para responder a várias questões.

Em primeiro lugar, porque razão é que as denominadas vias "Sem Custos para o Utilizador" iriam agora ser taxadas?

Segundo, que estradas iriam ser contempladas por esta DISTINÇÃO?

E, em terceiro, que forma de pagamento de taxa iria ser realizada se não foram instaladas as tradicionais portagens?

Após algumas leituras de vários artigos dos nossos jornais e portais governamentais descobri coisas verdadeiramente FANTÁSTICAS (acreditem)!

Ora bom, as SCUTS na realidade são pagas pelos contribuintes (calma, apenas inicie a confusão!). Pois, o estado (no anterior governo) concebeu uma forma de realizar as ditas vias de circulação entregando a construção a dois grupos económicos a Lusoscut (Mota-Engil) e a Euroscut(Cintra-Ferrovial), sendo que o pagamento da construção (feito pelo Estado) realizado a esses grupos ao longo dos anos com o pagamento, das respectivas circulações das viaturas. Ok, o estado paga por nós, mas nós pomos o dinheiro no estado(percebido). Mas agora recordo algo, então nós já não pagamos o imposto automóvel (IA, que não é leve) e 6 cêntimos por cada litro de combustivel para as vias de comunicação, inspecções periódicas, etc...?

Respirem! Avancemos mais um pouco.
Os critérios de selecção adoptados, nos estudos encomedados a entidades externas, para a decisão de "taxar" as estradas foram os seguintes. O PIB "per capita" do conjunto dos concelhos abragidos pela SCUT não poderá ultrapassar os 80%. O indice de poder de compra do conjunto dos concelhos abrangidos seja superior a 90% da média nacional. O tempo gasto no percurso alternativo à via a taxar não seja superior em 1,3 vezes (que o governo explica agora que não é bem 1,3 vezes mas 130% a mais ou seja 2,3 vezes - Hilariante!). Foram selecciondas nada mais, nada menos que as ligações Matosinhos-Lousada (Grande Porto -A41/A42), Gaia-Mira (Costa de Prata-A29) e ainda Matosinhos-Viana do Castelo (Norte Litoral - A28). Curioso todas no NORTE! E as restantes, Beiras Litoral e Alta, Scut Beira Interior e Scut Algarve? Não atingem os parâmetros? Olhem que não!
Relativamente aos indices económicos, descobri que a zona norte é a 4ª região da Europa (sim, da Europa) com menos produtividade, e ainda, é a que tem o maior numero de falências(608 em 2007 e 508 em 2006, superior a Lisboa ou outra cidade) e ainda é detentora da maior taxa de desemprego do pais (sim, do país!).
No que concerne ao tempo gasto nas deslocações, foram feitas várias tentativas, por várias pessoas, incluindo meios de comunicação social, que registaram a verdade. A verdade é que o tempo gasto nas estradas alternativas (com o trânsito actual, sem o aumento do volume de trafego que irá existir quando as taxas forem aplicadas!) é, em média, 2.54 vezes superior ao tempo gasto no mesmo percurso nas respectivas SCUTS (se gasta 30minutos na SCUT vais gastar cerca de 1h e 15 minutos na alternativa). O governo encomendou um primeiro estudo a uma entidade sobre esta questão. Ora esta entidade constatou que esta situação era verídica, mas, não tendo obtido os resultados esperados, o estado, encomendou outro estudo a outra entidade que, obviamente, chegou a valores mais reduzidos (CLARO!).
Agora vou iluminar o resto do quadro!
As estradas alternativas, que são nacionais, têm passadeiras, obras, semáforos, entradas de habitações, que vão ter desgaste prematuro dos pavimentos e que têm má conservação com buracos, o aumento do numero de viaturas, e mais, e mais. É preciso mais?
O novo modelo de portagens, sem paragem de viaturas, com um novo e desconhecido dispositívo de taxação directa identificando a viatura e não o utilizador (tipo via verde, que custa dinheiro), com débito directo das taxas nos vencimentos dos utilizadores (sim, sim está ponderado), etc , etc, etc... É preciso mais?
O valor de cada quilómetro percorrido vai rondar os 6,5 cêntimos. Qualquer coisa como 30 km/viagem, duas vezes no dia=3.90/dia = 85,80€/mês (num exemplo genérico de quem se desloca para trabalhar e que não quer passar mais de 60 minutos dentro de um automóvel).
E ainda, meus amigos, não sendo isto suficiente, o estado diz que os 700.000.000 € (setecentos milhoes de euros!) que espera arrecadar com esta proeza apenas pagarão cerca de 50% dos valores que as respectivas SCUTS e os seus Grupos económicos Lusoscut e Euroscut cobram ao estado.
Não sei mais o que dizer!
Acho que todos temos obrigações para com o Estado, mas acho que pago os meus impostos, todos a tempo e horas, contribuindo para aquilo que utilizo e não utilizo. E não me venham com a história de que as pessoas de Lisboa também pagam a passagem nas pontes e que as pessoas do interior pagam as estradas do Litoral e outras. Penso, da mesma forma, que contribuo para as estradas e as restantes infra-estruturas da capital (que são muitas!), e ainda para os subsídios de SECA, CHUVA, e outros que os produtores pedem sempre que as condições atmosféricas não são as desejadas, (sim, porque no tempo,felizmente ninguém manda!).
Gostava que ponderassem sobre esta minha intervenção, que tentei que fosse, MODERADA!

Espero comentários!

Até......

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Vocês Vão Estragar-me!


Desta não estava mesmo à espera!

Estou de queixo caído.....

Acho que ainda não mereço estes prémios. Nunca fui incentivado desta forma.

FM,......................... Não sei o que dizer!

Como já disse ontem vou empenhar-me na obtenção de um espaço capaz e merecedor de todas as visitas.

Mais uma vez, (e não são demais) muito, muito Obrigado!

Grande Abraço.

PS: O próximo post já está quase pronto!




terça-feira, 8 de abril de 2008

È uma honra!








È com muita honra,

e ainda com enorme prazer que

coloco neste meu pequeno e humilde espaço

este mui gratificante e honroso prémio.

Agradeço profundamente ao blog PALAVRAS DE VIDAS e á responsável pela atribuição deste prémio a Mary e ainda agradeço á criadora deste prémio a Blue Velvet e ao seu magnifico blog babyvelvet.blogspot.com no qual me comprometo a ser visitante assíduo.

Prometo que irei melhorar este meu espaço para o tornar ainda mais digno das visitas de todos os que queiram partilhar os meus posts e acima de tudo, de forma a merecer o voto de confiança de todos os que acreditam no que posso acrescentar a este maravilhoso mundo da Blogosfera.

A todos, e em ESPECIAL á Mary, o meu muito OBRIGADO!

sexta-feira, 4 de abril de 2008

Estranha Forma de Vida


Ao percorrer este mundo, dia após dia, sinto-me cada vez mais afastado das formas de ser e de agir da maior parte das pessoas que me rodeiam. Penso até que me estou tornar num daqueles seres, estranhos, cobertos de escamas verdes, que têm umas antenas a piscar no topo da cabeça e que manifestam um olhar de estranheza e estupefacção com determinadas atitudes e indiferenças dos seres humanos.
Acho que olhando em volta do meu circulo e das pessoas que me povoam o pensamento, são poucas, ou muito poucas, aquelas que posso afirmar que se aproximam aquilo que denomino de "normal".
Será que o mundo está a mudar e não me estou a aperceber?
Ou ainda, será que estou a atravessar para outra dimensão?
Acho que não.
Não! Tenho a certeza.
Assumo a diferença. Sinto-me apenas "diferente". Diferente entre iguais.
Os pequenos gestos, os pequenos pormenores, o valor de cada pessoa, tudo isto são valores sem ordem de grandeza mas que a sua dimensão é infinita (acho eu). Recuso a mudança pela moda, evolução ou o que lhe queiram chamar.
Sim. Sou diferente! E depois?

terça-feira, 1 de abril de 2008

Verdade Turva


Aprendemos, desde cedo, a clara distinção entre a verdade e a mentira.

A relação entre o carácter e a utilização da mentira parece tornar-se cada vez mais dificil de separar turvando a limpidez da razão e do bem-estar.

Humanamente, cada inidividuo sente a crescente necessidade de usar a "pouca verdade" para agilizar os comprimissos, os negócios, as relações e até o seu próprio bem estar.

Num fugaz exercicio de procura de justificação para tal evolução experimento apenas uma sentido.

A humanidade não segue sobre a verdade, mas sendo que a verdade surge e resurge na intemporalidade da história.

Se a verdade é, e será sempre, intemporal não estaremos apenas a enganar o nosso mundo próximo durante um curto espaço de tempo?


Penso ;)